quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

EJA: MATRÍCULAS ABERTAS PARA INGRESSAR NAS ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL


Estão abertas as matrículas do primeiro módulo de Educação de Jovens e Adultos. Quem informa é a Secretaria Municipal de Educação, por meio de sua coordenadora de EJA, Aladimira Araújo de oliveira. O cadastro ou a matrícula do ano letivo de 2017 deve ser feito presencialmente em qualquer escola da rede municipal. 

A idade mínima para realização da matrícula é de 15 anos e os interessados deve se dirigir em algumas das escolas do município — José Augusto de Araujo, Valdina Torquato, Adelmar de Oliveira e Ricardo Damasceno.

No ato de inscrição os interessados deverão está munido dos documentos RG e CPF para pessoas maiores de idade. Já se o aluno for menor de 18 anos basta apresentar o Registro de Nascimento. Nessa primeira modalidade ofertada pelo o município os alunos terão formação do 1° ao 4° ano.

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade de ensino que nasceu da clara necessidade de oferecer uma melhor chance para pessoas que, por qualquer motivo, não concluíram o ensino fundamental e/ou o médio na idade apropriada e surge como uma ação de estímulo aos jovens e adultos, proporcionando seu regresso à sala de aula.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

NO ACRE, 3 CIDADES CANCELAM CARNAVAL ALEGANDO CRISE, VIOLÊNCIA E ENCHENTE

Resultado de imagem para IMAGEM DE FOLIA

G1/ACRE — Os municípios de Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Feijó decidiram cancelar o Carnaval alegando crise econômica, violência e prejuízos causados pela enchente dos rios.

O primeiro a anunciar o cancelamento, no dia 16 de fevereiro, foi o prefeito Ilderlei Cordeiro, em Cruzeiro do Sul. A gestão culpou as condições precárias da BR-364, a cheia história registrada na cidade e até as facções criminosas.

Na última sexta-feira (18), a prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino, também decidiu cancelar a festa e afirma que a administração obedece uma determinação do Tribunal de contas do Estado (TCE-AC).

A prefeita diz que o município não deve gastar dinheiro com o evento sob pena de crime de improbidade administrativa, pois não possui recursos e decretou situação de emergência devido á enchente dos rios Tarauacá e Muru, que atingiu mais de 16 mil pessoas.

A prefeita relata ainda que buscaram o apoio de uma empresa privada que queria realizar a festa na rua Quintino Bocaiúva. Porém, os moradores fizeram um abaixo-assinado afirmando que o local enfrentava uma onda de violência e pediram que o evento não ocorresse.

"O TCE-AC determinou que não fosse feita festa até que as contas do município sejam fechadas e os funcionários e encargos sociais sejam pagos em dia. Tarauacá ainda não conseguiu nem dar toda a assistência necessária às pessoas que ficaram alagadas. Então, entendemos que seria melhor cancelar", explica.

Em Feijó, o Carnaval popular foi cancelado, mas a administração municipal deve apoiar a festa nos clubes. Segundo Gilberto Braga, assessor de comunicação do município, a prefeitura fez um acordo com os empresários para que os ingressos do evento em clubes tenham o preço acessível de R$ 5 a R$ 10.

Outro motivo para o cancelamento, segundo o assessor, é a falta de infraestrutura nas ruas do município que estão esburacadas.

A gestão de Feijó deve dar apoio às festas nos clubes com policiamento, por isso, os locais devem realizar festas em dias diferentes para que a segurança seja garantida.

"Não existe verba destinada para o Carnaval, os prefeitos é que apertam aqui e ali e acabam realizando a festa e declaram ao TCE. Porém, as condições de Feijó estão muito precárias. A trafegabilidade está muito complicada e em alguns locais, moradores fecharam as ruas para que não entrem carros, pois não há condições. Então, esse é o momento de evitar gastos e focar na reconstrução dessas ruas", finaliza.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

ROCHA BUSCA SOLUÇÕES PARA PROBLEMAS DE PISTAS DE POUSO DOS MUNICÍPIOS DO INTERIOR DO ACRE


Assessoria — Em busca de soluções para as precárias condições das pistas de pouso dos municípios de Santa Rosa do Purus, Porto Walter, Jordão e Marechal Thaumaturgo, Rocha se reuniu na última sexta-feira (17) com Diretor Geral do Deracre, Cristóvão Pontes Moura. 

Na oportunidade o vice-prefeito de Jordão, Ademir Batista, o chefe de gabinete do prefeito e o presidente do PSDB Barrote acompanharam o deputado na reunião com o diretor do Deracre. Ficou acertado que o deputado Rocha estará agendando uma audiência com o ministro do transportes, Maurício Quintela para discutir a situação destes municípios. 

Entre outras pautas discutidas, a situação das pistas de pouso de Jordão e Marechal Thaumaturgo nestes dois municípios e ainda os municípios de Santa Rosa do Purus e Porto Walter. Na ocasião Rocha recebeu das mãos do lider Barrote, um abaixo assinado solicitando a instalação de uma agência da Caixa Econômica Federal no Jordão.

TARAUACÁ: REDE SUSTENTABILIDADE DISCUTE MOMENTO POLÍTICO NO MUNICÍPIO.


Assessoria - A Rede Sustentabilidade através de sua direção em Tarauacá, reuniu um grupo de dirigentes do partido neste último sábado dia 18 de fevereiro. O encontro acontece u na câmara municipal e teve como pauta o debate politico sobre conjuntura, mandato e organização partidária.

De acordo com o porta voz do partido Professor Eurico Paz, a conversa com os membros da rede foi necessária e tranquila, sobre o momento político em que o partido está inserido.

"Dialogamos sobre a atual conjuntura política no país, no estado e no município. Também sobre o novo governo municipal que está iniciando, atuação do mandato e a conduta da nossa vereadora Janaina Furtado. Por fim, tratamos da vida orgânica do partido. Foi uma conversa tranquila, sincera e necessária", afirmou o dirigente.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

PREFEITOS DE CRUZEIRO DO SUL E TARAUACÁ AGRADECEM APOIO DO GOVERNO NA ALAGAÇÃO


O governador Tião Viana recebeu na manhã desta quarta-feira, 1, os prefeitos Ilderlei Cordeiro, de Cruzeiro do Sul, e Marilete Vitorino, de Tarauacá, que vieram agradecer o apoio do governo do Estado neste momento em que as cidades são atingidas pelas fortes alagações de seus rios. Marilete, que também preside a Associação dos Municípios do Acre (Amac), aproveitou a ocasião para tratar de parcerias com o governo.

Em Cruzeiro do Sul, o Rio Juruá marca 14,20 metros, tornando essa a maior cheia registrada nos últimos 22 anos. Já em Tarauacá, os rios Tarauacá e Muru já atingem 16 mil pessoas com suas cheias, obrigando a prefeita a decretar situação de emergência no município.

Tião Viana garantiu total apoio do governo do Estado aos municípios por meio da máquina pública e enviará um ofício ao Ministério da Integração Nacional solicitando, ainda, apoio federal para a região.

“Contem conosco tanto nessa situação como em outras ações para beneficiar a população. Em Cruzeiro do Sul também estamos entrando com um forte plano de combate à malária e estamos abertos a outras parcerias. Vamos trabalhar pelo interesse público”, disse Tião Viana.

O prefeito de Cruzeiro do Sul agradeceu todo o apoio dado pelo governo do Estado em um momento tão difícil, principalmente por meio do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil. Ele também solicitou ao governador parcerias em outros projetos, principalmente no setor produtivo e educacional.

“Se não fosse a parceria com o governo do Estado e Defesa Civil, coronel Batista e governador Tião Viana, presidente e os ministros, além da bancada federal, Aleac e a população, não teríamos conseguido dar a resposta necessária que a situação nos exigiu. Decretei situação de emergência e agradeço a estrutura do governo que foi colocada para nos ajudar”, relata Cordeiro.

A prefeita de Tarauacá ressalta: “Hoje começaram a baixar as águas dos rios em Tarauacá. A prefeitura tem trabalhado com os órgãos do governo que têm feito um bom trabalho, dando atendimento na parte de água, alimentação e pessoal. E agora, com a baixa do rio, estamos conseguindo controlar toda a situação”.


Agencia de Notícia do Acre

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

MP RECOMENDA DEMISSÃO DE 380 SERVIDORES CONTRATADOS DE FORMA IRREGULAR PELO GOVERNO DO ACRE


Redação Ac24horas — O governo do Acre terá de exonerar 380 servidores temporários dentro de um prazo máximo de 45 dias. Eles estariam com prazos contratuais vencidos e trabalhando em situação irregular, exercendo funções na Secretaria de Educação e Esporte, Secretaria de Saúde, Hospital das Clínicas do Acre, Instituto de Meio Ambiente do Acre e Instituto Socioeducativo do Acre, que de acordo recomendação do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) estariam ao arrepio da previsão constitucional.

A recomendação da 2ª Promotoria Especializada de Defasa o Patrimônio Público para desligamento dos servidores admitidos sem concurso público foi encaminhada para Secretaria de Gestão Administrativa, Sawana Carvalho, no dia de 16 de janeiro, “objetivando instruir os autos de procedimento preparatório no 06.2017.00000015-5. Visando assegurar que a investidura em cargos ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos”.

O Ministério Público considera que a contratação de servidores em caráter precário deve ser realizada a fim de atender a “necessidade temporária de excepcional interesse público”, nos termos de lei específica, conforme interesse público pelo período de até 12 meses. O MP considera ainda que a contratação de servidores de forma irregular onera a folha de pagamento, especialmente levando-se em consideração o momento de dificuldade financeira que atravessa o país”.

O promotor de Justiça, Vinícius Menandro Evangelista destaca que “o recente posicionamento firmado pela Suprema Corte em sede de repercussão geral no sentido de que “a contratação por tempo determinado para atendimento de necessidade temporária de excepcional interesse público realizada em desconformidade com os preceitos do art. 37, IX, da Constituição Federal não gera quaisquer efeitos jurídicos válidos em relação aos servidores contratados”, com exceção do direito ao salário.

A saúde seria uma das áreas que mais prejudicada com a exoneração de servidores. A reportagem entrou em contrato com o deputado estadual Raimundinho da Saúde (PTN). Ele destaca que aproximadamente 200 servidores estariam trabalhando de forma irregular. O parlamentar acredita que os demais servidores poderão ficar sobrecarregados com a demissão dos provisórios, se tornando necessário que seja feita uma convocação imediata dos aprovados em dois concursos públicos realizados pelo Estado nos anos de 2013 e 2014.

“São mais de 200 pais de famílias que podem ficar desempregados. Já que a demissão é inevitável, mas a maioria destas pessoas foi aprovada em concursos em aberto, estou propondo que os aprovados no concurso de 2013, que encerra a validade em maio deste ano, e o concurso realizado em 2014, que tem validade até o próximo ano, sejam convocados para suprir as necessidades da área de saúde para não prejudicar ainda mais o atendimento aos usuários do sistema de saúde”, diz Raimundinho.

O parlamentar informa que apresentou a proposta na Casa Civil e pretende reforçar sua iniciativa em uma reunião que acontecerá com o secretário de saúde, Gemil Júnior para debater a questão na terça-feira (31). “Também vou sugerir que estes servidores convocados não façam plantão extra, e explico o porque: cada dois funcionários que fazem plantão extra equivalem a cinco. Se o servidor não fizer plantão extra, ao invés de contratar dois, a saúde poderá contratar cinco servidores”, finaliza Raimundinho.

O OUTRO LADO

O secretário de saúde, Gemil Júnior informou que, “na verdade o documento do MP é direcionado a SGA, como secretário, eu não fui notificado. O MP encaminhou direto para quem faz a folha de pagamento. É uma decisão sumária. O MP quem determinou sumariamente que a SGA encaminhe uma notificação em cinco dias para todos os servidores. A gente segurou o máximo que poderia. Infelizmente é algo que se arrastas há anos. Nós não temos mais o que fazer”, destaca o gestor.

Ele afirma que será muito difícil mostrar este documento para estas pessoas. “Acredito que os sindicatos devem argumentar com o MP. Amanhã vou chamar algumas pessoas e fazer os encaminhamentos. O MP encaminhou a recomendação diretamente para SGA que é quem faz a contratação. O documento é bem claro, temos que exonerar estes servidores. Vou assinar as notificações para que sejam encaminhados aos servidores. O governo fez a parte dele nesta questão”, finaliza Gemil Júnior.

SENADOR GLADSON CAMELI ACOMPANHA PREFEITA MARILETE NOS BAIRROS ALAGADOS EM TARAUACÁ


Assessoria - O senador Gladson Cameli (PP-AC) encerrou no final da tarde desta segunda-feira (30) sua agenda de recesso no município de Tarauacá, onde visitou junto com a prefeita Marilete Vitorino (PSD) e o deputado estadual Nicolau Junior (PP), famílias desabrigadas pela cheia dos rios Tarauacá e Murú. Mais de 20 mil pessoas na zona rural e zona urbana estão atingidas pela enchente. A prefeita decretou situação de emergência.

Parte da campanha desenvolvida nas redes sociais pelo senador e o deputado estadual Nicolau Júnior resultou na doação de cestas básicas, que foram entregues à secretária de Ação Social do município, Deise Maria Sampaio Figueiredo. Para o deputado, esse é um momento que todos devem ajudar.

Na tarde de ontem Cameli percorreu de voadeira ao lado da prefeita Marilete Vitorino, o deputado estadual Nicolau Júnior e agentes do Corpo de Bombeiros Militar as famílias dos bairros Senador Pompeu (Bairro da Praia), Bairro Novo e Bairro Triângulo. Nessa região 16 mil pessoas estão atingidas. Na Escola José Augusto de Araújo estão abrigadas as primeiras famílias retiradas das áreas alagadas.

 
“Além do ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, o ministro da saúde, Ricardo Barros já se colocou à disposição das prefeituras para ajudar as famílias atingidas, demonstrando total sensibilidade do Governo Federal quanto à situação de emergência das famílias vitimadas pela enchente deste ano”, disse o senador.

Para a prefeita Marilete Vitorino, a visita do senador ao município acontece no momento em que todos estão precisando de ajuda de maneira urgente. “O senador sempre esteve atento aos problemas enfrentados por nossa população. Sua mão esta sendo estendida no momento em que mais precisamos”, disse a prefeita.

Recesso parlamentar – Gladson Cameli aproveitou para fazer uma avaliação de sua agenda de recesso nos 14 municípios visitados no mês de janeiro. Para ele, o país dá os primeiros sinais de saída da crise no momento em que a grande maioria das cidades enfrenta sérios problemas de infraestrutura urbana e rural e, ainda, ausência de políticas sociais.

Para saída da crise o parlamentar defendeu encontros com bancadas de vereadores e representantes da sociedade civil organizada. Cameli retorna na manhã desta terça-feira (31) para Brasília onde retoma os trabalhos legislativos no Senado Federal. Ele afirma que este ano deve ser o de grandes reformas e da retomada do crescimento no país.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

TARAUACÁ: DEPUTADO MOISÉS DINIZ BUSCA AJUDA PARA A POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO,ATINGIDA PELA ENCHENTE

Blog do Accioly —  Preocupado com a subida dos nível das águas do Rio Tarauacá que já transbordou provocando alagamentos em diversos bairros da cidade, desabrigando várias famílias, o Deputado Federal Moisés Diniz visitou o Comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Roney Cunha onde foi tratar da assistência ao município. 

"Fui tratar da alagação que começa a preocupar a população de Tarauacá. O Cel. Batista, chefe da Defesa Civil, já está se deslocando para Tarauacá. Fiz também contato com a prefeita Marilete Vitorino, me colocando à disposição. Minha solidariedade ao povo de Tarauacá! Estou à disposição em Brasília para ajudar no que for possível", disse o Deputado. 


REUNIÃO DA BANCADA FEDERAL POR TARAUACÁ E CRUZEIRO DO SUL


O Deputado Moisés também anunciou que na próxima quarta-feira (02/02), às 15 horas haverá uma reunião com a bancada federal acreana com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, pra tratar da alagação em Tarauacá e Cruzeiro do Sul.

"Minha solidariedade ao povo de Tarauacá. Estou à disposição em Brasília para ajudar no que for possível" , finalizou.