sábado, 28 de fevereiro de 2015

TARAUACÁ-ACRE

Imagem do dia –Prefeitura do município fazendo a recuperação de ruas. Pedras dentre d´água, que belo  'Serviço' (Foto/via Fecebook). 

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

TJ DO ACRE DETERMINA NOMEAÇÃO DE PROFESSORA APROVADA EM CONCURSO


Em decisão liminar, no mandado de segurança nº 0700027-71.2015.8.01.0014, assinada nessa quinta-feira (26), o juiz de Direito Guilherme Fraga, titular da Vara Cível da Comarca de Tarauacá, determinou a imediata nomeação e posse de Lucileide da Silva Oliveira no cargo de Professor da Rede Estadual de Ensino das séries iniciais do ensino fundamental, para o qual prestou concurso público, em outubro de 2013, e foi classificada em 22º lugar.

Apesar da existência de apenas três vagas previstas no edital de abertura do certame, Lucileide Oliveira alegou que foram nomeados e tomaram posse os candidatos aprovados, no mesmo concurso, até a 18ª colocação e que a Secretaria de Estado de Gestão Administrativa (SGA), também por meio de edital, promoveu processo seletivo simplificado para provimento de 17 vagas temporárias para o cargo de professor, com o fim de atender a rede pública de atenção básica. Por tudo isso, a candidata entendeu ter direito à nomeação e buscou o Poder Judiciário.

Ao analisar o conteúdo processual, representado pelas provas pré-constituídas, o magistrado verificou a existência de documentos que atestam a contratação de professores temporários pela Administração Pública, preterindo a ordem classificatória do certame, no qual a impetrante foi aprovada. Ainda das análises, o juiz vislumbrou o perigo de prejuízo que Lucicleide da Silva sofreria com a demora da nomeação, com a perda do próprio direito ao término do prazo de validade do concurso.

Com base nos fatos e fundamentos apresentados, sem adentrar no mérito do mandado de segurança, o juiz Guilherme Fraga (Vara Cível da Comarca de Tarauacá) deferiu a liminar requerida para determinar a imediata nomeação e posse de Lucileide da Silva Oliveira no cargo de Professor da Rede Estadual de Ensino.

AGÊNCIA TJAC
GERÊNCIA DE COMUNICAÇÃO - GECOM

ACRE: NOVO PRESIDENTE DO PSDB DIZ QUE 'INFIÉIS' NÃO TERÃO LEGENDA

Lava-Jato: Major Rocha quer esclarecimento do ministro sobre reunião com advogados de empreiteiros

O deputado federal Major Rocha assumirá o cargo de presidente do PSDB, disposto a colocar ordem no ninho tucano do Acre. Às vésperas de assumir o partido, ele disse na manhã desta sexta-feira (27), que vai enquadrar os prefeitos e vereadores tucanos, que não seguiram as orientações da executiva regional da legenda, apoiando candidatos da Frente Popular, coligação chefiada pelo PT.

“O PSDB é o partido mais bagunçado quem tem no Acre. Eu não tenho problema em me indispor com pessoas que usam o partido para atender seus interesses particulares. Tem vereadores que trabalharam contra os candidatos do partido, tem prefeito que se aliou ao candidato majoritário adversário. Estão, este tipo de comportamento, eu não vou aceitar quando chegar à presidência”, diz Rocha.

O parlamentar deverá assumir o partido no mês de abri. Ele destaca que está preparando um cronograma de trabalho para desenvolver dentro do PSDB, para reorganizar e fortalecer a legenda em todos o municípios. Rocha não descarta um tipo de punição aos infiéis do ninho tucano. As primeiras medidas deverão ser adotadas na executiva municipal da legenda em Rio Branco.

“Não terei problema em negar legenda para vereadores e prefeitos infiéis, quem se achar prejudicado pode procurar a Justiça. A direção estadual do PSDB não vai aceitar que estas pessoas usem o partido para autopromoção. As últimas eleições foram uma demonstração da infidelidade de alguns prefeitos que simplesmente assumiram candidaturas de outros partidos”, finaliza Rocha.

Ac24horas – raymelo.ac@gmail.com

ENTENDA O QUE QUEREM E COMO SURGIRAM OS GRUPOS EXTREMISTAS QUE AMEAÇAM O MUNDO

Homem é crucificado por militantes do Estado Islâmico em dezembro de 2014, na Síria

       Homem é crucificado por militantes do Estado Islâmico em dezembro de 2014, na Síria


Diariamente, o Estado Islâmico aparece nas manchetes dos principais jornais do mundo. Não só pelos assassinatos brutais de civis, filmados e publicados na internet, mas também por causa do recrutamento de ocidentais e pelo treinamento militar de crianças, que se tornam guerrilheiras precoces do grupo. Além disso, o grupo passou a queimar livros e destruir obras de arte que representam outras religiões.

Outras células terroristas, no entanto, também ameaçam populações e governos da África e da Ásia, além de causar medo na Europa e na América do Norte, potenciais alvos de ataque. O UOL listou quatro grupos, além do Estado Islâmico, que também ocupam o noticiário pelos atos extremistas.

Al Qaeda

Origem: Afeganistão, 1988, após a expulsão da União Soviética do país.

Atuação: Afeganistão, Paquistão, Quênia, Síria, Índia, Somália; ações eventuais em países da Europa e dos Estados Unidos.

Objetivo: Combater a influência ocidental nos países muçulmanos –atacando inclusive governos islâmicos considerados "liberais demais"– e implantar a sharia, o código moral islâmico interpretado de forma extrema pelo grupo. O assassinato de civis, por exemplo, é permitido em prol dos objetivos dos terroristas. A Al Qaeda ganhou notoriedade após os atentados de 11 de Setembro e espalhou o terrorismo por países do Ocidente, do Oriente Médio e da África, influenciando organizações como Estado Islâmico, Al-Shabaab e Boko Haram. Apesar da morte de Osama Bin Landen, o grupo continua vivo a partir de colaboradores inspirados pelos ideais dos terroristas que promovem eventuais ataques suicidas em países como Estados Unidos, Quênia e Iraque.

Atentados notórios: EUA, 11 de setembro de 2001 (Nova York e Pentágono, cerca de 3.000 mortos); embaixadas americanas em Dar es Salaam, Tanzânia, e Nairóbi, Quênia, em 7 de agosto de 1998 (224 mortos); distrito turístico de Bali, Indonésia, em 12 de outubro de 2002 (202 mortos).

Taleban

Origem: Afeganistão e Paquistão, 1994.

Atuação: Afeganistão e Paquistão.

Objetivo: Outro nome que ganhou as manchetes pelos atentados de 11 de Setembro, o grupo governou o Afeganistão de 1996 até a invasão americana de 2001 –ele foi tirado do poder pelos Estados Unidos pela acusação de proteger Osama Bin Laden e terroristas da Al-Qaeda, de quem o Taleban era aliado. Mas o grupo continuou ativo no país, com a meta de implementar a sharia, assim como no Paquistão, onde tem o nome de Tehrik-i-Taliban Pakistan e promove sucessivos ataques. O governo paquistanês, que já foi próximo do grupo na época do domínio talibã no vizinho Afeganistão, tenta dialogar com os terroristas em seu país, sem sucesso. Já o Afeganistão recebe treinamento de contraterrorismo das forças dos Estados Unidos e da Otan, mas não consegue extinguir os ataques.

Atentados notórios: massacre em escola de Peshawar, no Paquistão, 16 de dezembro de 2014 (145 mortos, incluindo 132 crianças); ataque a um mercado em Mohmand Agency, Paquistão, em 9 de julho de 2010 (104 mortos); tentativa de assassinato da adolescente ativista Malala Yousafzai, ganhadora do prêmio Nobel da Paz de 2014, em 9 de outubro 2012. O Tehrik-i-Taliban Pakistan assumiu a autoria dos três atos.

Al Shabaab

Origem: Somália, 2006.

Atuação: Somália, Quênia e Uganda.

Objetivo: Grupo ligado à Al Qaeda criado com o objetivo de transformar a Somália, que enfrenta uma guerra civil, em um estado fundamentalista islâmico governado com base na sharia. Além dos ataques domésticos, também realizou atentados em países vizinhos, como Quênia e Uganda, que se juntaram à Somália para combater os terroristas. As tropas conseguiram expulsar o grupo de Mogadício, capital somali, mas os guerrilheiros controlam algumas partes do país e continuam a atuar no Quênia e em Uganda. O Al Shabaab ganhou notoriedade no último sábado (21), quando o grupo convocou por vídeo, seus "simpatizantes no Ocidente" a copiar um ataque a um shopping no Quênia, que deixou mais de 60 mortos. Os Estados Unidos entraram em alerta, mas o governo Obama ressaltou que não havia "evidência crível ou específica" de que um ataque a shoppings estava sendo planejado no país.

Atentados notórios: ataques suicidas em Kampala, Uganda, em 11 de julho de 2010, no dia da final da Copa do Mundo da África do Sul (74 mortos); ataque em Beledweyne, Somália, em 18 de junho 2009 (35 mortos, incluindo Omar Hashi Aden, ministro da Segurança do país) e vários outros atentados locais.

Estado Islâmico

Origem: Iraque e Jordânia, 1999, como "Organização do Monoteísmo e Jihad".

Atuação: Iraque, Líbia e Síria.

Objetivo: Dissidente da Al Qaeda no Iraque, o grupo se estruturou e tomou o mundo de surpresa no ano passado quando conseguiu ocupar territórios e criar um califado entre a Síria e o Iraque, onde hoje se concentra. Mesmo sofrendo constantes ataques aéreos dos Estados Unidos e sendo combatido por Egito, Jordânia, Iraque e Síria, além de forças curdas, o Estado Islâmico assusta tanto pelo avanço militar quanto pelos brutais assassinatos cometidos contra reféns e cidadãos vistos como inimigos do regime. O grupo também governa a partir da sharia, o código moral islâmico interpretado de forma radical pelo grupo, e quem a desrespeita está sujeito a tortura e morte. Seu líder, Abu Bakr al-Baghdadi, é apontado pelos terroristas como sucessor de Maomé, e o EI exige que os muçulmanos prestem sua devoção a ele. O alcance da organização não fica restrito à área invadida: com os recentes recrutamentos de ocidentais, o Estado Islâmico tem se tornado uma ameaça também na Europa e na América do Norte, que temem atentados em seus próprios países e a saída de cidadãos, muçulmanos ou não, para se juntar ao grupo.

Atentados notórios: o domínio do grupo nos territórios sírio e iraquiano frequentemente deixa vítimas, mas o grupo também pratica assassinatos em massa: um dos mais famosos foi entre 12 e 15 de junho de 2014, quando cerca de 1.700 soldados iraquianos teriam sido mortos pelos terroristas em Tikrit.

Boko Haram

Origem: Nigéria, 2002.

Atuação: Nigéria, Chade, Níger e Camarões.

Objetivo: O Boko Haram é mais um que busca a implantação da sharia, que seria incorporada na Nigéria, o país mais populoso da África, a partir de um golpe. Os terroristas têm sua base no norte do país, de maioria muçulmana. Mas o sul, região da capital Lagos e majoritariamente cristão, também começa a sentir as ameaças. Os sequestros e assassinatos em massa, no entanto, ocorrem principalmente no norte e na região central do país. Nigéria, Camarões e Chade, com apoio técnico e financeiro dos Estados Unidos, tentam combater o Boko Haram, que até o momento tem se mostrado uma ameaça concentrada apenas na África Ocidental.

Atentados notórios: sequestro de 276 garotas de uma escola em Chibok em abril de 2014 (219 ainda estão desaparecidas); sequestro da mulher do vice-presidente de Camarões em julho de 2014 (foi libertada em outubro); assassinato em massa em Baga em janeiro de 2015 (pelo menos 150 mortos, número que pode chegar a 2.000, segundo a entidade Human Rights Watch). (Com CNN)

Do UOL, em São Paulo

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

PARALISAÇÃO DOS CAMINHONEIROS CRESCE NO RS E PROVOCA 75 PONTOS DE BLOQUEIOS

                                                                   
A manifestação dos caminhoneiros no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira, 26, está aumentando. Já são 75 pontos de bloqueios, 43 em rodovias federais e 32 em estaduais. A paralisação, que segue um movimento nacional, é contra a alta do diesel, dos pedágios e pelo aumento no valor dos fretes.

A maior interrupção ocorre no km 22 da BR-101, no município de Três Cachoeiras, no litoral norte. Cerca de dois mil caminhões estão parados às margens da rodovia. O congestionamento no local já ultrapassa 20 quilômetros nos dois lados da via.

Nesta tarde, a Justiça acionou a Força Nacional de Segurança para liberar o tráfego. Desde cedo, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) tenta um acordo com os motoristas, mas sem sucesso. Na manhã desta quinta, um oficial de Justiça foi até o local notificar os manifestantes. Houve confusão e um motorista foi preso.

A paralisação dos caminhoneiros já afeta o abastecimento da indústria. As cadeias produtivas do leite e das carnes foram as primeiras a sentir os efeitos do protesto. Nesta quinta-feira, já há regiões com escassez de combustível, como é o caso de cidades do norte gaúcho.

Criadores de aves e suínos também têm se queixado do risco de falta de alimento para os animais. No maior centro de abastecimento do Estado, a Ceasa, em Porto Alegre, o movimento diminuiu bastante, tanto para o abastecimento, quanto para a compra. Porém, ainda não faltam produtos.

http://atarde.uol.com.br

Fotos/ Lucas Prates/Arquivo Hoje em Dia

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

TRAÇOS FILOSÓFICOS DE UM POETA MEDIEVAL


Resolvi! Não mais fazer críticas á coisas que sei que nunca irão mudar. Como a Sociedade, Política e Religião. Resolvi, apenas ficar de fora de tudo isso. Eu quero é mais que as coisas peguem fogo.

- Vou ficar parado no meu recanto, assistindo de camarote a sociedade exterminar a si própria com sua tamanha ignorância e individualismo. Se há um Deus, então chego á compreender o porque de ele não intervir. Somos mais irracionais do que os animais dos campos (E achamos que sabemos o que sabemos).

Resolvi! Ouvir a voz da razão, sem medo de ouvi-la li dei atenção e a plena razão. Não haverá futuro, pois não estamos pensando em um. Não existirá o amanhã, também, não estamos pensando nele. 

A sociedade civil está vivendo em uma falsa liberdade, aprisionada em um sistema que aliena e aprisiona mentes. Estamos transitando na falsa Liberdade para á Libertinagem.

-Vivemos em uma sociedade onde a "maioria" tem o poder, mas, a minoria é quem dita nossa vidas, ás regras. Vivemos na sociedade da contradição. O contraditório que desequilibra a razão dos que não tem vez e nem espaço no mundo dos hipócritas.

Resolvi, apenas ouvir os gemidos das almas, já condenadas por si próprias a escuridão da tolerância. Como havia dito paulo, o apostolo: Não vos conformeis com esse mundo, mas transformai-vos pelo renovo de vosso espirito (A questão é! Quem tem buscado renovar seu espirito, sua mente?).

Jota Gomes

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

ACRE: NÍVEL DO RIO ACRE SOBE EM XAPURI E BRASILÉIA, DIZ DEFESA CIVIL


Fortes chuvas nas cabeceiras do Rio Acre, próximo a Assis Brasil, município a 342 km de Rio Branco, ocasionaram um aumento no nível do rio nos municípios de Xapuri e Brasiléia. De acordo com a Defesa Civil Estadual, o Rio Acre passou de 6,03 metros, na quarta-feira (28), para 9,44 metros nesta quinta-feira (29), em Brasiléia. Em Xapuri, as águas subiram de 6,86 metros para 10,24 metros no mesmo período. Com isso, o Rio Acre deve subir na capital nos próximos dias. Em Rio Branco, o rio apresentou a cota de 11,58 metros nesta quinta-feira (29), na medição das 21h.

O coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Carlos Batista, explica que o Rio Acre apresentou vazante na capital, passando de 12,01 na quarta, para 11,43 metros nesta quinta-feira. Segundo ele, o rio deve voltar a subir, influenciado pela cheia no interior. "O rio está crescendo em Brasiléia e Xapuri, isso vai chegar aqui na capital. Acredito que se não chover mais nas cabeceiras, o nível não deve chegar a marcas preocupantes na capital e o rio deve ficar entre a cota de alerta e transbordamento", explica.

O coronel afirma que existe previsão de chuva no interior, mas dentro da normalidade. "Há previsão de chuva na bacia, mas vão ser moderadas e em pequenas quantidades de chuva", explica. Em Assis Brasil o Rio Acre já apresentou vazante, ele passou de 9,98 metros na quarta para 8,31 metros nesta quinta. "Durante a quarta-feira, devido a chuva, ele chegou até a cota 10,74 metros durante o dia, mas deu sinais de vazante, chegando a 8,31 metros nesta quinta-feira", diz.

Veriana Ribeiro
Do G1 AC

PREFEITURA E GOVERNO DO ESTADO INICIAM CONSTRUÇÃO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA NO BAIRRO DE COPACABANA


O Governo do Estado, através do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento - DEPASA, em parceria, com a Prefeitura de Tarauacá trabalham na implantação de rede de distribuição de água na comunidade Copacabana. 

Na manhã da última quinta-feira (29), o prefeito em exercício, Chagas Batista, acompanhado do vereador Marlindo Pinheiro estiveram reunidos com os moradores da comunidade, para dialogar e vistoriar de perto a execução dos trabalhos.


Assessoria